domingo, outubro 5

40% das mulheres são assediadas no trabalho

Joana Bastos e Sílvia Maia, IOL Diário

Mas são assediadas porque querem! Que não vistam saias curtas; que não vistam saias justas; que não vistam saias largas; que não usem decote; que não sorriam; que não falem; que não balancem as ancas a caminhar; que não se maquilhem; que não digam bom dia; que não mexam sensualmente nos cabelos; que não tenham cabelo, de todo; que não usem salto alto; que nunca usem vermelho – cuidado com o touro; que não pensem. Que não existam, simplesmente, ou que a sua existência seja meramente pautada pelos desejos, vontades e pensamentos dos coitadinhos que "não são de ferro". Estas gajas... olha lembrarem-se de serem pessoas, com dignidade e vontade própria... e acharem que todas as outras pessoas também são assim... depois, claro, acordam os chefes (ou partes dos chefes que o cérebro continua adormecido). Esses sim, as verdadeiras vítimas! Coitadinhos.

3 comentários:

rosa que fuma disse...

"Patrões" assediam 40% das trabalhadoras
...

desconhece-se todavia as estatísticas relativas a patroas. Serão "elas" igualmente dadas ao abuso de poder?

rosa que fuma disse...

adoro a voz activa e passiva!

cuscavel disse...

Bem observado, essa da voz activa/ passiva, rosa!
Quanto às patroas, parece que a percentagem não merece notícia.