sábado, março 24

CIDM pede suspensão do novo reality show da tvi

3 comentários:

slm disse...

Já tinha tido uma discussão deste género sobre o programa. Diz-se que o reality-show só vai servir para reforçar o estereótipo de mulher-bonita-portanto-burra.
Na minha opinião, ignorância daquele nível, tem que fazer qualquer mulher ou homem sentir-se um pequeno génio! Afinal, quem é que não sabe identificar uma imagem do Che Guevara?!
Como mulher, jovem ou portuguesa, não me sinto minimamente afectada pela imagem daquelas meninas. É que não me identifico com absolutamente nada do que ali se representa.
E, sinceramente, acho uma seca, estas representantes virem falar EM NOME DAS MULHERES.

cuscaróis disse...

Não me parece nada que seja um programa discriminatório para a mulher.
Até porque nem sequer acredito que estas mulheres representem uma maioria!
São burras, assumem-se como tal, mas não creio que sejam felizes desta forma.

Concordemos que o ensino português não está nos seus melhores dias...

cuscavel disse...

Também não me sinto nada discriminada quando vejo que os anúncios de detergentes só mostram mulheres (a haver um homem, é o especialista)! Eu que nem compro detergentes nem me revejo no papel de dona de casa, só tenho de me sentir satisfeita por não ser nenhuma daquelas pessoas!
Onde é que está a discriminação de anúncios assim?!

[O raciocínio é o mesmo…]