quinta-feira, outubro 11

Doris Lessing premiada com o Nobel da Literatura

O Instituto Karolinska de Estocolmo, na Suécia, concedeu hoje o Nobel de Literatura à escritora britânica Doris Lessing, comprometida com o feminismo e a crítica às desigualdades e considerada uma das autoras em língua inglesa mais célebres vivas.

A "capacidade para transmitir a 'épica' experiência feminina e narrar a divisão da civilização com ceticismo, paixão e força visionária" de Lessing foram fundamentais para a decisão do instituto (...).

Os conflitos entre culturas, a desigualdade racial e a contradição entre consciência individual e bem-estar coletivo são alguns dos temas tratados em sua produção literária, que teve em 1950 sua estréia como romancista com "The Grass is Singing", texto sobre a vida na África que já refletia sua oposição à política racial.

A primeira obra comprometida com o feminismo chegou dois anos depois, "O Sonho de Martha Quest", que abre a série "Os Filhos da Violência", formada por cinco títulos.


Continuar a ler no Último Segundo

2 comentários:

LR disse...

ainda bem! ...se nunca li nada dela - mea culpa! - vou ter de ler:)

susana disse...

já li e há que continuar a ler. por mero acaso aportei aqui. trabalho invejável de gajas mui cuscas... vou tentar não vos perder de vista. voltarei para ficar mais tempo e cuscar até ao tutano.
parabéns!