terça-feira, julho 10

Marcha do Orgulho

"A marcha gay é uma parada exibicionista e descabida. Que façam o que têm a fazer mas na casa deles! 'gora vir cá para a rua... isso não! Já viram por aí heterossexuais a gritar o seu orgulho?"

Por estas ou por outras palavras, este é um discurso recorrente, quando o assunto é a marcha do orgulho lgbt (lésbicas, gays, bissexuais e trangéneros). E isso acontece porque nos esquecemos que esta é uma manifestação política que reivindica igualdade de direitos ("nem menos, nem mais, direitos iguais"). É uma manifestação de um "orgulho/ respeito", por oposição à vergonha socialmente imposta; por oposição às tentativas de remeter a homossexualidade para o domínio do privado; por oposição a uma educação da invisibilidade homossexual.

Pelo orgulho e com orgulho, que se marche! Que se marche contra a homofobia. E que se celebre ter-se conseguido dizer que se tem direito a ser quem se é.

Imagem: II marcha do orgulho lgbt, Porto
Foto Reportagem:
aqui.

4 comentários:

bela lugosi`s dead disse...

Nem mais:)

rps disse...

Eu e as minhas duas conjuges também queremos casar para sermos os tres felizes e ninguém liga aos nossos direitos.

cuscavel disse...

O rps e as duas conjuges podem bem passar no link abaixo. Espero que ajude!

http://www.poliamor.pt.to/

Alien David Sousa disse...

Não teria dito melhor!
Saudaçõea alienígenas& kiss